Assista nossos programas:

terça-feira, 15 de junho de 2010

SESI-SP APRESENTA A BANDA SINFÔNICA DO ESTADO DE SÃO PAULO

Concerto faz parte da série SESI - Pra Ver a Banda Tocar! e inclui momento interativo em que músicos da plateia vão ao palco participar com o seu instrumento na chamada Canja Sinfônica. A apresentação será realizada quarta-feira (23/06), a partir do meio-dia, no Teatro do SESI – São Paulo. A entrada é franca.

A programação do projeto Música em Cena de junho contará com a apresentação da Banda Sinfônica do Estado de São Paulo. Sob a regência do maestro Marcos Sadao Shirakawa e participação do solista Osvanilson Castro (fagote), o concerto será no dia 23 de junho (quarta-feira), às 12 horas, no Teatro do SESI – São Paulo.
A apresentação do concerto SESI – Pra Ver a Banda Tocar! permite que o público conheça toda a versatilidade e qualidade artística da Banda Sinfônica do Estado de São Paulo por meio de repertório variado e acessível, interpretado por solistas dos diversos instrumentos de madeiras, sopros e percussão. O concerto inclui momento interativo em que músicos da plateia vão ao palco participar com o seu instrumento na chamada Canja Sinfônica.
Os 82 instrumentistas interpretarão obras dos seguintes compositores: Satoshi Yagisawa (1975), Frigyes Hidas (1928-2007), Astor Piazzolla (1921-1992), Segundo Luis Moreno (1882-1972), Cyro Pereira (1929) e Alfred Reed (1921-2005).


Histórico do grupo



Criada em 1989, a Banda Sinfônica do Estado de São Paulo é uma orquestra formada por instrumentos de sopro, percussão, cordas e piano, somando 82 instrumentistas.

A Banda Sinfônica do Estado apresenta programação ousada e inovadora, tornando-se alternativa inteligente e criativa ao tradicional circuito da música erudita. Além de concertos com o melhor repertório sinfônico para bandas, ousamos espetáculos inusitados como Os Reis do Riso - humorístico com o grupo Parlapatões recentemente lançado em DVD, a Ópera Orfeo de Monteverdi, Carmina Burana, de Orff e os multimídia Sinfonia de uma Exposição, Luiz Gonzaga Sinfônico e Wolfgang. Tamanha versatilidade somada à constante encomenda e execução de obras de compositores brasileiros, tem rendido críticas extremamente positivas junto à imprensa especializada, justificando seu grande prestígio internacional e colocando o grupo entre os principais organismos sinfônicos da América Latina.

Nas palavras de Irineu Franco Perpétuo, “a Banda Sinfônica do Estado de São Paulo merece ser considerada a principal usina de criação contemporânea em nosso país. Apenas em 2005, o grupo somou nada menos que 29 encomendas a autores brasileiros, entre obras originais, transcrições e arranjos. Ao longo de 16 anos de trajetória, esse acervo contabiliza mais de 90 peças.” Parte deste repertório está registrada em seus vários CDs, entre eles, Suíte Tropical e Fantasia Amazônica, gravados em 2003 e 2004 respectivamente.




Sobre o regente:


Bacharel em Trombone pelo Departamento de Música da ECA-USP, na classe do professor Donizeti Fonseca, Marcos Sadao Shirakawa estudou teoria e instrumento no Conservatório Dramático e Musical de São Paulo e no Conservatório Musical Brooklin Paulista.
Atuou como 1º Trombone da Banda Sinfônica do Estado de São Paulo e foi integrante da Orquestra Experimental de Repertórios e Orquestra Sinfônica de Santo André.

Participou dos Festivais de Música em Campos do Jordão, Tatuí e Prados, Encontro Latino-Americano de Orquestras Jovens da Argentina e da Conferência Mundial de Bandas Sinfônicas na Áustria. Estudou regência com o Maestro Carlos Moreno. Em 2005, atuou como Regente Convidado da I Conferência de Bandas Sinfônicas da África do Sul. O músico foi, ainda, Regente Assistente da Banda Sinfônica Jovem do Estado de São Paulo no período de 2000 à 2009.
Atualmente, ele é Regente Titular da Banda Sinfônica do Estado de São Paulo e Regente da Banda Sinfônica de Cubatão, além de Professor de Trombone e Música de Câmara na EMESP Tom Jobim e Diretor do Programa Banda Escola de Cubatão (BEC).


Músicos:

Regência: Marcos Sadao Shirakawa
Solista: Osvanilson Castro (Fagote)



Programa
Compositor Obra
Alfred Reed (1921-2005) Second Suite for Band – (Latino-Mexicana)
I-Son Montuno
III-Guaracha
Frigyes Hidas (1928-2007) Concerto para Fagote
I-Allegretto
II-Moderato Cantabile
III-Moderato Giocoso
Satoshi Yagisawa (1975) Machu Pichu – City in the Sky
Astor Piazzolla (1921-1992)
Arranjo:Lito Valle Libertango
Segundo Luis Moreno (1882-1972)
Arranjo: Wilson Haro L. Suite Ecuatoriana Nº2
1-Danzante (danza ritual indígena)
Cyro Pereira (1929) Aquarela de Sambas

Serviço:
Música em Cena 2010 – Banda Sinfônica do Estado de São Paulo
Local: Teatro do SESI – São Paulo – Av. Paulista, 1313 – Metrô Trianon-Masp
Data e horário: dia 23 de junho (quarta-feira), às 12 horas.
Entrada: Franca - A distribuição dos ingressos tem início a partir da abertura da bilheteria, no dia do espetáculo – domingo, a partir das 11 horas. São distribuídos dois ingressos por pessoa.
Recomendação etária: livre
Informações: (11) 3146-7405/7406

TEATRO DO SESI-SP APRESENTA MICHEL DOTSON BLUES NAS QUARTAS MUSICAIS

O consagrado guitarrista americano se apresentará no Teatro do SESI-SP, na próxima quarta-feira (23/06), às 20 horas.


O guitarrista Michel Dotson fará apresentação única no Teatro do SESI-SP, quarta-feira (23/06), às 20 horas. Os ingressos custam entre R$ 5 e R$ 10. Esta é a turnê de divulgação de seu novo trabalho, o álbum Lightnin in my Pocket. Seu repertório tem influencias de grandes nomes como Otis Rush e Buddy Guy. O artista já tocou ao lado de referencias do jazz e blues como Billy Boy Arnold e Big Jack Johnson.
O show faz parte do circuito do projeto Quartas Musicais, que este mês apresenta a temática especial de Jazz & Blues. O palco do Teatro do SESI – São Paulo marcará o encontro de grandes artistas reconhecidos mundialmente.


Histórico do músico


Michel Dotson nasceu 1957, e logo na infância já apresentava admiração pela música. Seu interesse por Blues ficou latente quando assistiu ao show de Muddy Waters. Michel começou a tocar clarineta e saxofone, mas aos 13 anos se apaixonou pela guitarra. E, aos 16 anos começou a frequentar bares que tocavam blues. Para compor seu estilo foi profundamente influenciado pela música de Otis Rush, Magic Slim, Buddy Guy e Junior Wells, Lefty Dizz, Sunnyland Slim, entre outros.
Um sonho foi realizado, durante seis anos foi integrante da banda Magic Slim and the Teardrops, artistas que ele acompanhava desde a adolescência. Essa formação ganhou o prêmio WC Handy na categoria Melhor Banda de 2003, além de participar dos mais importantes festivais de música dos EUA como o San Francisco Blues Festival, King Biscuit Blues Festival e o Mississippi Valley Blues Festival. Realizou turnês pela Europa, Brasil e Japão. Fez participações especiais em trilhas de artistas como Aron Burton, Big Jack Johnson, Jimmy Burns, Liz Mandville Greeson, e Granae Louise.
Atualmente vive em Chicago, Illinois, onde da continuidade aos trabalhos de sua banda.

Calendário de junho:

30/06/2010 Celso Blues Boy

SERVIÇO:
Quartas Musicais – Jazz & Blues
Michel Dotson Blues
Local: Teatro do SESI - São Paulo – Av. Paulista, 1313 – metrô Trianon Masp
Data e horário: dia 23 de junho de 2010 (quarta-feira), às 20 horas.
Capacidade: 456 lugares
Entrada: R$ 10 (inteira) e R$ 5 (meia entrada) – Ingressos já estão a venda na bilheteria do teatro ou pela Tickets For Fun, via fone - (11) 4003-5588 - ou site - www.ticketsforfun.com.br.
Horário de funcionamento da bilheteria: quarta a sábado, das 12h às 20h; domingo, das 11h às 19h. Nos dias 12, 19 e 26/06, a bilheteria abrirá às 11h.
Recomendação etária: 14 anos
Informações: (11) 3146-7405/7406

Teatro gratuito na Estação Ciência: Larguem tudo, vamos voar!

O espetáculo sobre Santos Dumont terá nova temporada, em comemoração aos 10 anos do Núcleo de Artes Cênicas da Estação Ciência

Dando continuidade à programação especial elaborada pelo Núcleo de Artes Cênicas da Estação Ciência para comemorar seus 10 anos de atividade, mais um espetáculo de sucesso será reapresentado. A nova temporada de “Larguem tudo, vamos voar!”, que fala sobre Santos Dumont, sua vida, suas invenções e seus sonhos, acontecerá de 4 de julho a 29 de agosto, aos domingos, em apresentações gratuitas.

Tudo começa quando Tereza chega ao local em que deve aguardar por um vôo de helicóptero, novidade para ela. Enquanto aguarda, Tereza nota uma caixa preta, que ao longo do espetáculo vai revelar muitas surpresas . A primeira delas é o personagem que sai de dentro, o próprio Santos Dumont, que fala sobre sua vida, suas invenções e seus sonhos, em especial o desejo de voar. A relação entre os dois começa a mudar quando Santos Dumont convida Tereza para um passeio que vai opor a visão de um vôo físico, ligado à dependência externa e às convenções sociais (simbolizado no helicóptero) ao de um vôo interno, de desvencilhamento das amarras do cotidiano, de liberdade. Aos poucos Tereza vai sendo conquistada pelo inventor e cedendo ao convite.

A caixa, que aparece desde o início, acaba se revelando um rico laboratório, um atelier, um baú de invenções, representando simbolicamente o ímpeto criativo de Santos Dumont.

Assim, a partir do personagem histórico, a peça sugere, metaforicamente, idéias, sonhos e desejos de superar nossas limitações... ”mesmo que seja com asas de galinha”.

Uma realização Cia. Fábula da Fíbula, da Cooperativa Paulista de Teatro.


FICHA TÉCNICA
Autor e direção: Darci Figueiredo
Ator: Cauê Mattos
Atriz: Luanna Jimenes
Técnico de luz: Carlos Fernando Pedroso

Serviço:
Larguem tudo, vamos voar!
Data: 4 de Julho a 29 de Agosto (domingos)
Horário: 16h
Indicação etária: todas as idades
Local: Teatro “Ernst W. Hamburger” (190 lugares)
Estação Ciência – USP
R. Guaicurus, 1274 – Lapa
Informações: (11) 3675-8828 / teatrec@eciencia.usp.br
Entrada gratuita / lotação do teatro por ordem de chegada

Teatro Anhembi Morumbi e Comédia Na Veia Em prol da “Campanha do Agasalho”

O grupo de stand-up comedy faz sua última apresentação no Teatro Anhembi Morumbi dia 18 de junho, sexta-feira, às 23h59min, na entrega de um agasalho um super desconto

Comédia Na Veia, o grupo de stand-up comedy mais promissor do momento, encerra suas apresentações extras próxima sexta-feira, 18 de junho, às 23h59min, no Teatro Anhembi Morumbi, localizado no bairro da Móoca, em São Paulo/SP, e para fechar com “chave de ouro” adere a “Campanha do Agasalho” em parceria com o Teatro Anhembi Morumbi, na entrega de um abrigo de inverno o valor da entrada é de R$16,00 (dezesseis reais) menos da metade do valor total do ingresso.

Com aproximadamente 2 anos de estrada, os membros desse grupo já se apresentaram em diversas cidades brasileiras em teatros, hotéis, eventos corporativos, festas e outros. Já dividiram palco com grandes nomes do humor nacional (Nany People, Rafinha Bastos, Enio Vivona, Danilo Gentili, Marcelo Adnet, Fábio Porchat, Japa, Fabio Rabin, Marcelo Mansfield, entre outros). Além de aparições de seus membro em programas de televisão, tais como: “Quem pode mais” , “A noite é uma criança” e “Toda sexta” (ambos da TV Band); “Quinta Categoria” (MTV);”Programa Olga Boungiovanni”(TV Aparecida); “Programa Mike.Brasil” e “Programa Lounge” (Ambos da ALLTV.COM); e entrevistas para mídia impressa, “O Democrata” (São Roque) e “Jornal Bleh” (Jornal de circulação universitária de São Paulo). Além de diversas notas em veículos de sobre o meio artístico teatral e também no PORTAL G1 da Rede Globo.

O Comédia na Veia já participou de 2 ciclos de palestras da Universidade Anhembi Morumbi, explicando a métrica da comédia stand-up e as dificuldades nesse tipo de texto, as palestras foram finalizadas por um pocket show e um bate-papo rápido com os alunos dos cursos de comunicação social.

Hoje no elenco do Comédia na Veia estão os publicitários Douglas Alexandre e Rafael Oliver (mini-serie Copie e Cole do MSN, Ag. Maccan Erickson) e Zé Luiz Martins (Ag. África), o historiador Fábio Gueré e o radialista Bernardo Veloso (Energia 97fm), mas o Comédia na Veia já contou com os humoristas Ricardo Leite ( O Português de Portugal), Elidio Sanna (Os Barbixas – Improvavel) e Rafael Cortez (CQC – Band) em seu elenco.

Stand-up comedy é a forma de humor mais pura existente, pois o humorista não veste nenhum tipo de caracterização e não conta com nenhum cenário na execução de seu texto, utiliza apenas um microfone, pedestal, holofote e um equipamento de áudio (para execução da trilha de abertura do show). Uma característica marcante do Stand-up Comedy é que o humorista tem que escrever seu próprio texto, ele não pode utilizar anedotas e piadas populares, gerando assim visões diferenciadas sobre diversos temas do cotidiano, abordando em seus textos coisas da atualidade como noticias, novela, futebol, política etc.

Esse tipo de espetáculo é muito comum nos EUA, tendo como grandes nomes desse cenário humoristas como Jeremy Seinfeld, Jim Carrey, Ed Murphy, dentre outros, no Brasil os grandes nomes do stand-up comedy são Rafinha Bastos, Danilo Gentili, Fabio Porchat, dentre outros.

Mais sobre dos Humoristas:

Bernardo Veloso, Roteirista, Radialista e Comediante, em 2005 foi Roteirista do Site Humortadela, em 2006 (onde teve animação exibida pelo Programa Pânico na TV), em 2009 começou a escrever para o site Animatunes (onde teve suas animações exibidas pelos Programas Idolos do SBT e Jogo Aberto da Band) entrou na Rádio Energia 97,7 FM (SP), onde é Roteirista e Produtor das Esquetes de Humor do Programa Estádio 97, e também é integrante do Programa do Palhacinho , Começou a fazer Comédia Stand Up em 2007 ao fundar o grupo As Comédias de Tdos Nós, Hoje faz parte do grupo Comédia na Veia.
Douglas Alexandre – Redator publicitario, roteirista e humorista; se formou com louvor e foi orador de sua turma. Trabalhou em diversas agencias de marketing de insentivo, onde percebeu a importancia das emoções na vida das pessoas, como pessoas felizes e alegres levavem uma vida melhor. Em 2008 foi vencedor do Programa “Quem pode mais – band”, onde demostrou seus conhecimentos gerais e seus conhecimentos em TV. Adora escrever sobre filmes e propagandas, praia que lhe rende boas risadas.

Fábio Güeré - humorista, improvisador, roteirista, dublador e historiador. Além do stand up comedy, é responsavél por dois projetos premiados voltados aos universitarios: "o descobrimento sem acabamento" e "o que contam os contos", além do solo corporativo chamado "Dando Trabalho". Dono de um humor ácido e sarcastico, Güeré, é um ótimo improvisador que leva a platéia a constantes gargalhadas. Hoje é membro fundador do Comédia na Veia e do BotecoTerapia, com shows em diversas cidades do país.

Rafael Oliver - Humorista, roteirista e redator publicitário. Foi por 10 vezes chamado para participar do show Comédia em Pé (primeiro grupo de Stand-up Comedy no Brasil) como convidado da noite. Este mesmo posto já pertenceu a outros grandes humoristas, como Chico Anísio. Participou do seriado cômico COPIE E COLE, com diversos atores bem conceituados. Na TV, Oliver foi destaque no quadro MELHORES HUMORISTAS, onde derrotou, pelos votos do público, todos seus adversários. É um dos integrantes e criadores do grupo Comédia na Veia, tradicional time de humoristas stand-up comedians da noite paulistana.

Zé Luiz Martins - 36 anos. Diretor de criação da África. Trabalhou em agências como NeogamaBBH, AlmapBBDO e Young & Rubican. Ganhou diversos prêmios nacionais e internacionais como Leão em Cannes, One Show, Clio, Fiap e anuário do Clube de Criação de São Paulo. Como humorista, está há um ano se apresentando em bares e teatros, com o Comédia na Veia e como convidado em grupos como Comédia ao Vivo, Las Vergonhas, Divina Comédia, entre outros. E, como escritor, participou do livro 35 Segredos para Chegar a Lugar Nenhum.

SERVIÇO
Comédia Na Veia - Apresentação em prol da Campanha do Agasalho
Local: TEATRO ANHEMBI MORUMBI
R. Dr. Almeida Lima, 1134 – Mooca – Próximo ao Metro Bresser
tel: (11) 2081-5924 / (11) 2872-1457
Site: www.teatroanhembimorumbi..com.br
Ar-condicionado
Estacionamento e acesso para deficientes físicos além de poltronas especiais para obesos.
Data e Horário: 18 de junho (sexta-feira), às 23h59min.
Valor: R$ 40,00 (inteira) e R$ 20,00 (meia entrada)
Alunos Anhembi Morumbi – R$16,00
Na doação de um agasalho – R$16,00

* Promoções não cumulativas.
Bilheteria: terça a domingo, das 14h às 19h.
Em dias de espetáculo funciona até o início do mesmo.
* Formas de pagamento: Crédito e Débito - VISA e MASTER
Amex e Dinners, apenas pelos canais on-line da Ingresso Rápido.
4003-1212
www.ingressorapido.com.br
Gênero: Comédia
Duração: 90 min
Classificação Etária: para maiores de 16 anos
Ficha técnica
Texto: Bernardo Veloso, Douglas Alexandre, Fábio Güeré, Rafael Oliver e Zé Luiz Martins
Direção: Bernardo Veloso, Douglas Alexandre, Fábio Güeré, Rafael Oliver e Zé Luiz Martins
Luz: Comédia na Veia
Locução: Domenico Gatto
Edição de Audio: Bernardo Veloso
Promoção: Energia 97fm
Produção: Douglas Alexandre

Barítono Juan Pons se apresenta pela 1ª vez no Vale do Paraíba, em Jacareí

Cantor espanhol está entre os grandes nomes da música erudita internacional, com uma imensa discografia ao lado de importantes artistas como Plácido Domingo e Luciano Pavarotti. Apresentação será nesta sexta-feira, dia 18, a partir das 20h. A entrada é gratuita.

Um dos grandes nomes da cena lírica internacional, o barítono espanhol Juan Pons se apresenta nesta sexta-feira (18), em Jacareí, a 80 km de São Paulo. Promovido pela Fundação Cultural de Jacarehy José Maria de Abreu, o Gala Lírica começa às 20h, no auditório da Secretaria Municipal de Educação (Rua Lamartine Delamare, n.º 69 - Centro). Os ingressos gratuitos podem ser retirados antecipadamente na Diretoria de Cultura (Praça Raul Chaves, 110, centro). O local tem capacidade para 200 pessoas.
Esta é a primeira vez que Juan Pons se apresenta no Vale do Paraíba. Ele estará acompanhado por sua filha, a pianista Joana Pons. Juan já se apresentou em todos os principais teatros de ópera do mundo e possui uma discografia imensa ao lado de colegas ilustres como Plácido Domingo, Luciano Pavarotti, José Carreras e Montserrat Caballé, entre outros.
“É um momento inédito na cena musical da região. Depois do sucesso da ópera Flauta Mágica, a população terá essa oportunidade única de conferir o talento desse grande barítono”, destaca a presidente da Fundação Cultural, Sonia Ferraz.
Scala de Milão -Juan Pons é reconhecido mundialmente como um dos principais barítonos dramáticos de nossos tempos. Nascido em Ciutadella de Menorca, na Espanha, Pons ganhou atenção mundial em dezembro de 1980 ao abrir a temporada do teatro La Scala, de Milão, no papel de “Falstaff”, em produção de Giorgio Strehler e regência de Lorin Maazel.
Regressou ao La Scala um mês depois para a produção de “I Pagliacci”, de Franco Zefirelli. Desde então, canta regularmente no Scala, tendo interpretado óperas como “Tosca”, “La Traviata”, “La Fanciulla del West”, “Gianni Schicci”, “Pagliacci”, “Cavalleria Rusticana” etc. Em 1992, participou como convidado especial da Cerimônia de Abertura dos Jogos Olímpicos de Barcelona.

Gustav Mahler é homenageado em concerto gratuito neste sábado em Guarulhos

Apresentação reúne 120 integrantes das orquestras Jovem de Guarulhos e Sinfônica de Santos, sob regência do maestro Emiliano Patarra
Uma homenagem aos 150 anos de nascimento do compositor Gustav Mahler (1860-1911) marca o concerto gratuito que será realizado neste sábado (19), às 20h, no Teatro Adamastor Centro, em Guarulhos (Grande São Paulo). A apresentação reunirá 120 instrumentistas, integrantes da Orquestra Jovem de Guarulhos e da Orquestra Sinfônica de Santos. A indicação é para maiores de oito anos e os ingressos devem ser retirados na bilheteria do teatro, meia hora antes da apresentação.

A regência do espetáculo será do maestro Emiliano Patarra, que coordena a Orquestra Jovem de Guarulhos desde 2003 e recentemente assumiu a regência titular da Orquestra do Theatro São Pedro, em São Paulo.

O repertório inclui a Sinfonia nº 1 em ré maior, Titã, que foi escrita entre 1884 e 1888, e teve sua estreia em novembro de 1889, em Budapeste (Hungria), sob a regência do próprio Mahler. A composição foi criada para ser interpretada por cerca de 100 músicos, sendo quatro flautas (dois piccolos), quatro oboés (um corne inglês), quatro clarinetes, três fagotes (um contrafagote), sete trompas, quatro trompetes, três trombones, quatro tímpanos, tuba, pratos, triângulo, tam-tam, bombo, harpa, violinos, violas, violoncelos e contrabaixos.

Neste ano, músicos do mundo inteiro estão homenageando Gustav Mahler, um dos maiores compositores da música clássica. Ele ficou famoso por sua habilidade na elaboração de estruturas musicais e também por utilizar uma quantidade muito grande de instrumentistas em suas obras. Além da apresentação deste sábado, as duas orquestras farão a homenagem a Gustav Mahler também nos dias 29, no Teatro Coliseu, em Santos, e em 14 de novembro, na Sala São Paulo, na capital paulista.


Conheça a Orquestra Jovem Municipal de Guarulhos

Criada em 2003, a Orquestra Jovem Municipal de Guarulhos conta com 75 músicos bolsistas, que recebem auxílio financeiro mensal da Prefeitura.. A faixa etária para admissão é de 14 a 25 anos.

O grupo já apresentou as obras L’Elisir d’Amore e Lucia di Lammermoor, de Gaetano Donizetti; La Traviata, de Giuseppe Verdi; Gianni Schicch, a ópera em um ato de Giácomo Puccini; Cavalleria Rusticana, de Pietro Mascagni; O Barbeiro de Sevilla, de Gioachinno Rossini; e El Niño Judio, de Pablo Luna.

Nos últimos anos o grupo tem se apresentado com grandes solistas convidados e também com conjuntos de música instrumental e vocal, como o Núcleo Hespéride - Música das Américas, o grupo Mawaca, o Collegium Musicum de São Paulo e o Coral do Estado de São Paulo, entre outros.

Orquestra Sinfônica Municipal de Santos

A Orquestra Sinfônica Municipal de Santos foi criada em 1994, a partir de um projeto elaborado pelo Maestro Luís Gustavo Petri, com objetivo de divulgar a música de concerto, incluindo em seu repertório o que há de melhor na produção brasileira e mundial.

Na trajetória da orquestra constam a estreia mundial da ópera Café de H-J Koelreuter, sobre texto de Mário de Andrade; as montagens de Le Nozze di Figaro, de Mozart, do balé Baile na Roça, La Traviata, em concerto; além do Prelúdio à Tarde de um Fauno, de Claude Debussy, e El Amor Brujo, de Manuel de Falla, dentro da Série Danças, e a Sinfonia nº 9, de Beethoven.

Serviço:

Concerto em homenagem a Gustav Mahler
(Orquestra Jovem de Guarulhos e Sinfônica de Santos)
Quando: sábado, 19, 20h.
Onde: Teatro Adamastor Centro (Av. Monteiro Lobato, 734, Macedo, Guarulhos)
Quanto: entrada gratuita (retirar ingresso na bilheteria 30min antes)
Indicação: 8 anos

Comédia ao Vivo desta sexta-feira conta com Fabio Rabin e Luiz França recebendo Diogo Portugal, Renato Totorelli e Victor Sarro

O grupo stand up Comédia ao Vivo, desta sexta-feira, 18 de junho, que conta com Fabio Rabin e Luiz França, do elenco fixo, recebe os humoristas Diogo Portugal, Renato Totorelli e Victor Sarro como convidados da noite.

O espetáculo, que foi considerado o melhor do gênero pela Revista Época, já foi visto por mais de 23 mil pessoas, apenas na Capital Paulistana.

Garantia de boas risadas, o show começa às 23h59, como toda sexta-feira desde 2008, no teatro Renaissance.

FICHA TÉCNICA:
COMÉDIA AO VIVO – HUMOR 5 ESTRELAS

Atuação, Texto e Direção: Marcelo Adnet, Dani Calabresa, Fábio Rabin, Luiz França e convidados.
Gênero: Comédia Stand-up.
Duração: 90 minutos.
Não indicado para menores de 14 anos.

SERVIÇO:

Data: todas as sextas, às 23h59

TEATRO RENAISSANCE
Endereço: Alameda Santos, 2233
Telefone: (11) 2122-4241
São Paulo - SP
Informações: www.compreingressos.com
Ingressos: Inteira: R$ 50,00
Meia-entrada: R$ 25,00

Valet-Service: Sim – R$ 16,00

O Senta pra Rir desta semana recebe Ben Ludmer e Léo Jaime

Depois da reestréia de sucesso do Senta pra Rir, Diogo Portugal traz novos convidados, nesta quinta-feira, 17 de junho, para garantir boas risadas. O humorista e mágico Ben Ludmer e o cantor Léo Jaime dividem o palco com Portugal.

Esta segunda temporada, que começou em 1º de abril no Teatro das Artes, ficará em cartaz até 24 de junho, oferecendo ao público momentos de muita diversão.

Durante a apresentação, Portugal faz observações bem humoradas de fatos do cotidiano em seus números de Stand-Up Comedy. Em cada espetáculo, o humorista escolhe e interpreta um dos seus famosos personagens: a manicure Marlene Marluce Catarina, o porteiro Ediomar, a ex-prostituta Pamela Conti, o fashion Dani Ficado, o publicitário Carlos Umberto Modesto, o lutador de jiu-jitsu Bomba, a idosa Cremilda e o office-boy Elvisley, esse último sucesso no programa Zorra Total.

SENTA PRA RIR, COM DIOGO PORTUGAL E CONVIDADOS
Data: quinta-feira, 17 de junho
Local: Teatro das Artes
Endereço: Av. Rebouças 3970 / 3° piso - Pinheiros -SP
Capacidade: 742 lugares
Telefones: (11) 3034-0075
Ingressos pelo telefone: (11) 4003-2330
horário: 21h30
Preço: R$ 40,00 – R$ 20,00 (meia entrada)
Censura: 14 anos
Estacionamento: 4 horas R$ 7,00, hora adicional R$ 3,00
Cartões de débito: todos
Cartões de crédito: todos
Acesso para deficientes físicos: sim
Ar condicionado: sim
http://www.diogoportugal.com.br/

O CASAMENTO DA BARATINHA

O Casamento da Baratinha e O Crápula Redimido serão as próximas atrações teatrais gratuitas da unidade. Uma mistura a magia do teatro de bonecos e atores para contar a fábula de uma simpática baratinha que está a procura de um par, enquanto a outra aborda os sete pecados capitais como ferramentas que impulsionam o capitalismo bem sucedido.

O SESI Vila das Mercês apresentará, gratuitamente, dois espetáculos de quinta-feira a domingo: O Casamento da Baratinha, da Cia. Stromboli, e O Crápula Redimido, da Cia. dos Gansos. A primeira terá sessões dias 17 e 18 de junho, às 15 horas; e as apresentações da segunda serão nos dias 19 e 20/06, às 20h. As duas montagens integram os espetáculos selecionados no circuito Viagem Teatral 2010, promovido pela entidade em todo o Estado.

Com texto e direção de José Rubens Siqueira, O Casamento da Baratinha é uma releitura do clássico que apresenta uma Baratinha que quer casar, a fim de encontrar o noivo perfeito, começa a investigar diversos bichos da floresta entre eles o jacaré, sapo, carneiro, macaco e o rato. Nesta busca, a Baratinha conta com os conselhos de uma coruja, com quem discute aspectos de sua própria identidade, proporcionando ao público uma oportunidade de auto-conhecimento.

O espetáculo O Crápula Redimido, direção e texto assinados por Leonardo Cortez, conta a história do inescrupuloso empresário Getúlio Miranda, que tem nos sete pecados capitais sua filosofia de prosperidade. Repentinamente, ele descobre uma doença incurável e, diante da perspectiva da morte, inicia uma epopéia rumo à redenção, descobrindo, estarrecido, que todas as pessoas que ele julgava prejudicar, são, na realidade, tão calhordas quanto ele.

A montagem aponta a incoerência das convenções sociais, a selvageria do mundo corporativo, e os sacrifícios éticos do homem moderno na busca pela estabilidade. De acordo com o diretor, a peça discute o caráter do brasileiro, que é colocado em xeque.

Histórico dos grupos
Criada em 1996, pelos artistas João Grembecki e Tatiana Cavaçana, a Cia. Stromboli desenvolve novas técnicas do teatro de animação com bonecos de vara, marionetes, bonecos manipulados por fios, sombra, luva, mamulengos, ventríloquos, fantoches, figuras gigantes e máscaras, além da criação de figuras articuladas.

O primeiro projeto foi a peça Sherazade de José Rubens Siqueira e, posteriormente, estreou Vida de Cachorro. O passo seguinte foi a integração de diferentes técnicas como a chamada varionete, que são marionetes com varas – modo de manipulação que permite movimentos precisos que só com o uso de fios não seriam possíveis.

A produção mais recente foi A Bela e a Fera, em 2008, releitura da clássica história de amor entre uma camponesa e uma fera que mora no meio da floresta.

Além de atuar no teatro, a Cia Stromboli desenvolveu um personagem de vídeo para o filme Tyger, que deu vida a um tigre manipulado por três artistas.

O trabalho resultou no Prêmio especial de melhor filme da direção do 14º Amina Mundi 2006, melhor animação brasileira pelo júri popular. Esse foi o primeiro filme brasileiro convidado a participar do Festival Internacional de Animação de Ottawa, Prêmio de melhor vídeo no II Festival Latino Americano de Curtas-Metragens de Canoa Quebrada 2006. Tyger foi um dos dez filmes mais votados pela audiência no 17º Festival Internacional de Curtas-Metragens de São Paulo.
A Cia. dos Gansos, criada em 1999, traz em seu repertório outras quatro montagens: Mumu, A Vaca Metafísica; In Memoriam; Escombros e O Rei dos Urubus. O grupo realizou diversas temporadas e recebeu prêmios em Festivais Nacionais de Teatro, além de participar do projeto PAC Circulação, e em três edições do projeto Viagem Teatral do SESI-SP.

Ficha Técnica – O Casamento da Baratinha:
Direção e texto: José Rubens Siqueira
Bonecos: João Grembecki
Elenco: João Grembecki, Carú Lima e Paulo Carvalho.
Elenco Stand-in: Tatiana Cavaçana
Músicas: Fernando Mastrocola e Jéssica Makino
Fotógrafo: João Caldas
Ficha Técnica – O Crápula Redimido:
Texto e Direção: Leonardo Cortez
Elenco: Gláucia Libertini, Leonardo Cortez, Kiko Bertholini, Danielle Di Donato, Claudia Tordatto, Rinaldo Aranha
Iluminação e Cenário: Frederico Foroni
Figurinos: Raquel Freire
Músicas Originais: Leonardo Cortez e Irajá Menezes
Direção Musical: Ricardo Corte Real
Músicos: Banda Ricardo e Seus Blue Crápulas (Ricardo Corte Real: Guitarra e Voz, Will Motta: Teclados e Daniel Canalha: Bateria e Percussão)
Produção: Leonardo Cortez

SERVIÇO:
Viagem Teatral 2010
Local: SESI Vila das Mercês – Rua Júlio Felipe Guedes, 138 – V. das Mercês.
Entrada: Franca – os ingressos serão distribuídos uma hora antes do início de cada apresentação.
Capacidade: 195 lugares
Informações: (11) 2946-8172

O Casamento da Baratinha
Datas e horários: dias 18 e 19/06 (quinta-feira e sexta-feira), às 15h.
Gênero: teatro de animação
Duração: 45 minutos
Recomendação etária: Livre

· Espetáculo: O Crápula Redimido
Datas e horários: dias 19 e 20/06 (sábado e domingo), às 20h.
Gênero: tragicomédia
Duração: 70 minutos
Recomendação etária: Não recomendado para menores de 14 anos.

sábado, 5 de junho de 2010

Pará leva música erudita ao interior do estado

Durante o mês de junho, a Orquestra Sinfônica do Theatro da Paz (Belém/PA) percorrerá municípios do interior do estado para levar música erudita à população. O projeto “Pará Sinfônico – A Orquestra nos municípios”, criado em 2007, com apoio do governo paraense, estará presente no dia 5 de junho, em Santa Izabel; nos dias 8 e 9, em Tucuruí, e no dia 19 de junho, em Ananindeua.

Em Tucuruí, a orquestra fará ainda um espetáculo na solenidade comemorativa pelos 25 anos da usina de Tucuruí, que acontecerá na Casa de Força da hidrelétrica.

O projeto, criado pela Associação de Amigos do Theatro da Paz, tem a parceria da Secretaria de Cultura do Pará e do Ministério da Cultura, com o objetivo de levar ao interior as atividades da Orquestra Sinfônica, que antes eram restritas apenas à capital paraense. Com o repertório de grande apelo popular, visando levar música sinfônica para o maior número de pessoas, a Associação tornou o projeto permanente devido à resposta do público, desde 2008, garantindo uma mobilização tanto das prefeituras quanto da população dos municípios.

"A gente percebe na população uma elevação da autoestima por estarem usufruindo de um bem cultural, que antes era privilégio da capital", ressalta João Augusto Ó de Almeida, da Associação dos Amigos do Theatro da Paz. "Eles mesmo fazem a divulgação em escolas, prefeituras, locais de cultura. Essa motivação vem fazendo com que iniciativas privadas, assim como órgãos de cultura, continuem investindo no projeto.

O Pará Sinfônico já foi realizado em vários municípios, como Castanhal, Marabá, Barcarena, Capanema e Vigia de Nazaré. Em Tucuruí, a apresentação tem parceria da Eletronorte.