Assista nossos programas:

quinta-feira, 19 de julho de 2012

Alinne Moraes estreia Dorotéia em São Paulo, no Teatro Raul Cortez



Sob a direção de João Fonseca, atriz estrela montagem da obra de Nelson Rodrigues em comemoração ao centenário do autor


“Uma farsa irresponsável”. Essas foram as palavras usadas por Nelson Rodrigues para definir o texto que escreveu em 1949.

A peça, montada pela primeira vez em 1950 por Zbigniew Ziembinski, com Eleonor Bruno no papel principal, ganhou nova roupagem nas mãos de João Fonseca, um dos mais produtivos diretores da atualidade, tendo Alinne Moraes, uma das principais atrizes da TV e do cinema nacional no papel principal. Depois de uma temporada no Teatro Poeria, no Rio de Janeiro, “Dorotéia” chega agora a capital paulista.

Considerada por muitos como uma peça “maldita”, “Dorotéia” foi escrita especialmente para Eleonor Bruno, que manteve um romance com o autor no final da década de 40.

“Dorotéia” conta a história de uma mulher que abandona a prostituição após perder o filho e procura a família como salvação. Chegando à casa de suas primas viúvas, D. Flávia, Carmelita e Maura, depara-se com três figuras medonhas que a repudiam por conta de sua beleza e lhe impõem uma condição: que ela fique feia. D. Flávia, a mais radical do grupo, acredita que os atributos físicos de Dorotéia podem encher sua casa de pecado. As três viúvas são feias e acreditam que os desejos da carne geram a perdição. Para interpretá-las João Fonseca convocou três homens: Gilberto Gawronski, Alexandre Pinheiro e Paulo Verlings. Os atores trazem o universo masculino para dentro da obra e transformaram as mulheres em monstros destituídos de vaidade e feminilidade.

Completam o elenco Keli Freitas, que vive a jovem Das Dores, e Marcus Majella, que também da vida a uma mulher.

O feminino em “Dorotéia” é representado pela protagonista, que busca o caminho da virtude, e, também, por Das Dores, filha de D. Flávia. A mais jovem das personagens é prometida ao filho de D. Assunta da Abadia e acaba se virando contra a mãe ao longo da narrativa ao se deparar com o masculino pela primeira vez. O caos familiar se instala na casa e a repressão imposta aos desejos sexuais dessas mulheres é ameaçada.

A montagem de João Fonseca revê um clássico do teatro nacional com os figurinos de Thanara Schönardie e com a cenografia de Nello Marrese, parceiro de João em diversos outros espetáculos.

Serviço:
Local: Teatro Raul Cortez (Rua Doutor Plínio Barreto, 285, Bela Vista)
Temporada: 28 de julho a 14 de outubro
Horários: sextas às 21h30, sábados às 21h; domingos às 19h
Ingressos: R$60,00 (sexta-feira e domingo) e R$ 70,00 (sábado)
Bilheteria: De terça a quinta-feira. Das 14h às 20 horas. Sexta-feira a domingo, das 14h até o início do espetáculo. Os ingressos também estarão disponíveis pela internet: www.ingressorapido.com.br, telefone: 4003-1212.
Estacionamento Valet: R$20
Classificação etária: 14 anos.

Ficha técnica:
Texto: Nelson Rodrigues
Direção: João Fonseca
Elenco
Alinne Moraes (Dorotéia)
Gilberto Gawronski (D. Flávia)
Alexandre Pinheiro (Carmelita)
Keli Freitas (Das Dores)
Marcus Majella (D. Assunta da Abadia)
Paulo Verlings (Maura)
Figurinos: Thanara Schönardie
Cenografia: Nello Marrese
Iluminação: Luiz Paulo Nenen
Realização: Artcênicas Ideias e Soluções Artísticas

Sinopse: Dorotéia é uma linda mulher que larga a prostituição após a morte de seu filho. Depois de alguns anos afastada da família, ela procura suas primas para ter uma vida decente. Porém, as três primas, todas viúvas, repudiam-na por causa de sua beleza. No decorrer da história, inicia-se uma tentativa irracional de levar Dorotéia ao caminho da virtude e das privações. O enredo, envolvente e repleto de fantasias, fará o espectador conhecer um mundo caótico, onde o feio torna-se a representação da pureza, onde o ser humano revela suas múltiplas facetas.

O projeto conta com o patrocínio de: U.ni, Apsen, Knauf e Ministério da Cultura, e com os apoios de Rede Globo, Elemídia e Avianca. Realização Artcênicas e Ministério da Cultura.

O autor
Nelson Rodrigues
Autor de outros 17 textos teatrais, o recifense radicado no Rio de Janeiro Nelson Falcão Rodrigues completaria 100 anos em 2012. Motivo suficiente para festejar uma obra que inclui textos teatrais, romances, contos e crônicas. Nascido no dia 23 de agosto de 1912 em Pernambuco, Nelson muda-se com a família em 1916 para a capital carioca. Já maior de idade, trabalha no jornal A Manhã, de propriedade de seu pai, passo inicial para a sua carreira.

Foi repórter policial, o que o levou a acumular experiência na confecção de seus textos teatrais sempre focados na sociedade e na família. Sua primeira peça foi “A Mulher Sem Pecado”, que lhe rendeu os primeiros sinais de prestígio no cenário artístico. Porém, o sucesso mesmo chega com a montagem de “Vestido de Noiva”, um marco ao transportar para a cena uma narrativa não linear e um cenário que representava os três planos que se intercalam na história: alucinação, realidade e memória. Em 1943, tais construções cenográficas e de iluminação eram uma novidade dentro de um Teatro que, até então, não poderia ser chamado de Moderno.

A obra teatral de Nelson Rodrigues é dividida em Peças Psicológicas, Peças Míticas, Tragédias Cariocas I e Tragédias Cariocas II. Tais definições representam bem o caráter dos personagens rodriguianos: trágicos, conflituosos, verdadeiros mitos. Em suas obras, a realidade que lhe foi apresentada ao longo dos anos em que trabalhou como jornalista situa a ação, que “se concentra de fato sobre o universo interior das personagens (...), o jogo entre a verdade interior – nem sempre psíquica – e a máscara social” (Revista Bravo, julho de 2007). E são justamente essas máscaras sociais que caem por terra ao longo da narrativa rodriguiana.

Currículos

O diretor – João Fonseca

João Fonseca inicia sua trajetória como pelas mãos de Antônio Abujamra, tornando-se co-diretor de diversos trabalhos para a companhia Os Fodidos Privilegiados. Entre as montagens do grupo que se destacam estão “O Casamento” (1997), de Nelson Rodrigues, e “Auto da Compadecida” (1998), de Ariano Suassuna. Por “O Casamento”, recebeu, ao lado de Antônio Abujamra, o Prêmio Shell de melhor direção. Por outros trabalhos da companhia, também foi indicado ao Prêmio Shell de melhor direção: “Tudo no Timing” (1999), “O Casamento do Pequeno Burguês” (2003) e “Édipo Unplugged” (2004). Fora do grupo, João Fonseca esteve à frente do sucesso “Minha Mãe É uma Peça” (2006), de Paulo Gustavo, e dos musicais “Gota D’Água” (2007), “Opereta Carioca” (2008) e “Era no tempo do Rei” (2010). O diretor nascido em Santos ainda foi indicado ao Prêmio Shell por “Escravas do Amor” (2006), “Pão com Mortadela” (2007), “A Falecida” (2008) e “Oui Oui a França é aqui” (2009) e foi agraciado com o mesmo troféu no ano de 2011 por “Maria Caritó”, de Newton Moreno. Sendo considerado um dos mais produtivos e atuantes diretores da atualidade, João também esteve à frente de “R & J – Juventude interrompida”, elogiada versão de “Romeu e Julieta”, de William Shakespeare, “Comédia Russa”, com Os Fodidos e Privilegiados, e “Tim Maia – Vale Tudo”, musical de grande repercussão.

A Doroteia – Alinne Moraes

Considerada um dos maiores talentos de sua geração, Alinne Moraes estreia o segundo espetáculo teatral de sua carreira interpretando o papel título de “Doroteia”. A primeira experiência nos palcos foi em 2007 com “Dhrama – o incrível diálogo entre Krishna e Arjuna”, sob a direção de João Falcão, que cumpriu temporada no Teatro do Leblon. No cinema, a atriz fez parte dos elencos dos recentes longas-metragens “Heleno” (2011), dirigida por José Henrique Fonseca, e “O Homem do Futuro” (2011), de Cláudio Torres, além de participações nos filmes “Os Normais 2” (2009) e “Fica Comigo Esta Noite” (2006). Iniciando sua carreira como modelo, estampou inúmeras capas de revistas, editoriais de moda e campanhas publicitárias, chegando à TV Globo em 2002, na novela “Coração de Estudante”. De lá pra cá, interpretou personagens conhecidas do grande público, como a adolescente lésbica Clara, de “Mulheres Apaixonadas”, a desequilibrada Silvia, de “Duas Caras”, e a paraplégica Luciana, de “Viver a Vida”, papeis que lhe renderam também elogiosos comentários da crítica especializada. Seus trabalhos mais recentes na televisão foram no remake de “O Astro”, na novela “Cordel Encantado” e nas séries “Amor em 4 Atos” e “As Cariocas”.

A Dona Flávia – Gilberto Gawronski

Depois de se formar na Casa das Artes de Laranjeiras (CAL), Gilberto Gawronski recebe seu primeiro Prêmio Mambembe de melhor ator em 1988 pelo espetáculo “Chapeuzinho Vermelho – em busca do coração secreto”. Nos anos 90, se apresenta com a criação performática do conto “Dama da Noite”, circulando por países como França e Inglaterra e por vários estados brasileiros. Passeando pelo universo da dança, criou o espetáculo “Sertão”, numa co-produção com a Demilition Inc. e o Veem Theatre em Amsterdam, e fez a direção de “Cruel”, da Cia. De Dança Deborah Colker. Também montou, dirigiu e atuou em “Na Solidão dos Campos de Algodão”, arrebatando o Troféu Mambembe de melhor espetáculo. Levou ainda o Prêmio Shell pela cenografia de “Por uma vida um pouco menos ordinária”. Em 2011, retorna aos palcos no monólogo “Ato de Comunhão”, considerada pelo jornal O Globo como uma das dez melhores peças do ano na cidade do Rio de Janeiro, lhe valendo indicações aos Prêmios Shell, APTR, Questão de Crítica e Qualidade Brasil de melhor ator.

A Maura - Paulo Verlings

Formado pela Escola de Teatro Martins Pena, Paulo Verlings desenvolve seu trabalho com a Cia. Teatro Independente desde 2006, ao lado do dramaturgo Jô Bilac. Com o grupo e sob a direção de Vinicius Arneiro, participou da montagem dos espetáculos “Cachorro!”, indicado ao Prêmio Shell de Melhor Direção em 2007 e há cinco em cartaz, e “Rebu”, texto de Jô Bilac indicado ao Prêmio da Associação Paulista dos Críticos de Arte (APCA). Além de seus trabalhos no teatro, Paulo Verlings também participou da série global “Força Tarefa”, interpretando o personagem Sidney.

A Carmelita - Alexandre Pinheiro

Após formar-se na Escola de Teatro Martins Pena e licenciar-se em Artes Cênicas pela Universidade Federal do Estado do Rio de Janeiro (UNIRIO), o ator Alexandre Pinheiro ingressa na Cia. Os Fodidos Privilegiados em 1998. Desde então, tem atuado em todas as montagens do grupo que tem direção artística de João Fonseca. Entre seus mais recentes trabalhos estão os espetáculos “Cine-Teatro-Limite” (2008), pelo qual foi indicado ao prêmio de melhor ator coadjuvante pelo jornal Agora São Paulo; “Advocacia segundo os irmãos Marx” (2010), texto de Bernardo Jablonski; “Comédia Russa” (2010), de Pedro Brício, com a Cia. Fodidos Privilegiados; “Uma Festa Privilegiada” (2011), espetáculo comemorativo dos 20 anos dos F... Privilegiados; e “Geração Pocket – pessoas mal traduzidas” (2012), de Frank Borges, dirigido por Bruno Garcia.

A Das Dores - Keli Freitas

Formada pela Casa das Artes de Laranjeiras (CAL), a atriz Keli Freitas ganhou experiência também como assistente de direção de nomes como João Fonseca, em “Tim Maia – Vale Tudo”, e Enrique Diaz, em “A Primeira Vista”. Como atriz de teatro, participou das seguintes montagens: “Comédia Russa” (2010) e “Me Salve, Musical!” (2011), ambas com textos de Pedro Brício; “Mente Mentira” (2011), com direção de Paulo de Moraes; “A mulher que matou os peixes... e outros bichos” (2010), dirigida por Cristina Moura; “Nu de mim mesmo” (2009), sob o comando de Jefferson Miranda; “As Bruxas de Salém”, com direção de Antonio Abujamra; entre outros espetáculos. Na TV, integrou o elenco do seriado “Quase Anônimos”, do canal Multishow; da minissérie “JK” e do seriado “Malhação”, na Rede Globo. Já no cinema, atuou em “O Diário de Tati” (2008), de Mauro Farias; “A Grande Família – o Filme” (2007), de Maurício Farias; e “Ressaca” (2010), de Bruno Vianna.

A Dona Assunta de Abadia - Marcus Majella

Marcus Majella fez o curso de formação profissional de atores na Casa das Artes de Laranjeiras (CAL), onde conheceu e passou a estudar com a diretora Celina Sodré, com quem trabalhou em algumas montagens. Participou também dos espetáculos “Faz Sentido”, dirigido por João Fonseca, e “A Geração Trianon”, por Dudu Sandroni. Na televisão, fez parte do elenco fixo dos seriados “Será que Faz Sentido” e “Barata Flamejante”, ambos exibidos pelo canal Multishow entre 2010 e 2011. Sempre envolvido com a comédia, Marcus ainda participou como jurado do programa “Casa Bonita” e como comentarista, ator e roteirista do “Big Brother Brasil: A eliminação”. Também no Multishow, estreia a segunda temporada de “220 Volts”, série protagonizada pelo ator Paulo Gustavo.

A figurinista – Thanara Schönardie

Com graduação em Tecnologia em Moda e Estilo e Comunicação Social, pós-graduação em Criação de Imagens por Meios Tecnológicos pela UCS - Universidade de Caxias do Sul, Thanara Schönardie desenvolve trabalhos de criação nas áreas de moda, figurino, artes plásticas e gráficas. Na televisão, participou do processo de criação das minisséries assinadas por Luiz Fernando Carvalho: "Capitu" (2008), "Afinal, o que querem as mulheres?" (2010) e do programa Criança Esperança (2009). Já no teatro, fez a criação de figurinos para personagens das peças “Zoológico de Vidro” (2008), “As Meninas” (2009) e assinou o figurino dos espetáculos "Amadeus" (2010), "O Menino que vendia palavras" (2011), "Fragmentos" (2011) e "A Pequena Sereia" (2011). Recentemente, desenvolveu em parceria com Luciana Buarque a criação dos figurinos para o Editorial Contos de Cristal publicado no Caderno Ela - Jornal O Globo - sob direção de Luiz Fernando Carvalho (2012).

O cenógrafo – Nello Marrese

Nello Marrese inicia sua carreira de cenógrafo e figurinista na Cia. Os Fodidos e Privilegiados. Seus mais recentes trabalhos como cenógrafo foram: “Xanadu” (direção de Miguel Falabella), “A Estupidez” (direção de Ivan Sugahara), “As Conchambranças de Quaderna” (direção de Inez Viana), “Opereta Carioca”, “Oui Oui... A França é Aqui!”, “R&J - Juventude Interrompida”, “Tim Maia – Vale Tudo”, “Cyrano de Bergerarc”, “Maria do Caritó”, “Comédia Russa” (todos com direção de João Fonseca). Foi indicado duas vezes ao Prêmio Shell: de Melhor Figurino, por “Os Negros” (2005), de Jean Genet; e de Melhor Cenário, por “Maria do Caritó” (2010). Recebeu indicação ao Premio Eletrobrás 2006 de Melhor Figurino por “Escravas do Amor”, de Nelson Rodrigues. Em 2008, foi indicado ao Premio Contigo de Melhor Cenário por “Opereta Carioca”, de Gustavo Gasparani, e em 2010, ao Prêmio APTR de Melhor Cenário também por “Maria do Caritó”. Foi o vencedor do Prêmio APTR 2007 de melhor cenário por “Gota d’água” e “Auto de Angicos”. Em 2011, recebeu o Prêmio FITA de melhor cenário por “Cyrano de Bergerac”.






Publicidade:

sexta-feira, 11 de maio de 2012

Kadu Moliterno participa da Dança dos Famosos



KADU MOLITERNO está confirmado para a Dança dos Famosos no Domingão do Faustão.
A apresentação de todos os participantes será no próximo domingo, dia 13.

A produção do programa convidou Kadu comentando que esporte é com ele mesmo.
Nas quadras, na areia e nas ondas, ele manda super bem.
Mas será que Kadu vai fazer bonito na pista de dança?

Kadu comenta que "Minha experiência é nenhuma. Faz muito tempo que não danço.
A ginástica olímpica, o futebol, o futevôlei, o vôlei de praia, o tênis e até o surfe
podem me ajudar nessa hora. Estou tranquilo, gosto de desafios".

www.kadumoliterno.com.br




Cursos Online na área de Ciências Humanas e Sociais

terça-feira, 20 de março de 2012

Ivete Sangalo grava clipe para parceria com Grendha

Grendha e Ivete Sangalo lançam comemoram 10 anos de parceria
Parceria entra a marca e a cantora será comemorada com uma grande ação de marketing

Há 10 anos, a Grendha resolveu se unir a dos maiores nomes da música brasileira para criar uma linha de sandálias que tivesse cara da mulher da brasileira. Surgiu então, a linha Grendha Ivete Sangalo que, desde então, cria peças unem moda, charme, conforto e são um sucesso de vendas no país inteiro. Para comemorar esses 10 anos de parceria, a Grendha preparou uma ação que unirá ainda mais Ivete, seus fãs e a Grendha.



Em comemoração a esta parceria de sucesso, Ivete gravou a música Meu Par que virou tema da nova coleção Grendha Ivete Sangalo. O clipe da música está hospedado no site www.grendhaivetesangalo.com.br, onde a ação de aniversário toma forma. Após assistir ao clipe, qualquer fã pode gravar a sua versão da música, postar no YouTube. Uma comissão julgadora escolherá os 25 melhores vídeos e estes farão parte do videoclipe oficial da canção "Meu Par", junto com Ivete Sangalo. Será o primeiro clipe da cantora junto com seus fãs. A escolha dos clipes vencedores acontecerá no dia 20 de abril de 2012.

Curso online de A Voz como Instrumento de Trabalho

sábado, 3 de março de 2012

Mulheres Ricas em alto-mar

Após protagonizar o reality show "Mulheres Ricas", novo programa da Band, a arquiteta Brunete Fraccaroli e a piloto Débora Rodrigues comemorarão o sucesso do programa, que mostrou o dia a dia profissional e familiar de cada uma delas na telinha, em alto-mar. Acostumadas com tudo do bom e do melhor as beldades escolheram o Cruzeiro da banda Roupa Nova, de 24 a 27 de março de 2012, em um dos mais luxuosos e badalados transatlânticos dedicados à temporada de verão pela costa brasileira. Idealizado pela Terramar Cruzeiros, o minicruzeiro temático tem programação especial - zarpará do porto de Santos, com escala em Búzios e Ilhabela, retornado após quatro dias de intensa programação de lazer, entretenimento e muitas surpresas a bordo. Mais informações no www.cruzeiroroupanova.com.br.

Curso online de Agenciamento Turístico

segunda-feira, 27 de fevereiro de 2012

Marcelo Serrado desfila tendências para o inverno 2012


A passarela também mostrou moda feminina, jovem, festa e masculino em cores, formas e texturas

Marcelo Serrado - Foto: Marcia Fasoli
Nesta segunda-feira (27) começou a 12ª edição do Coleções, evento realizado no Mega Polo Moda, maior shopping de atacado e pronta entrega da América Latina. O ator Marcelo Serrado causou alvoroço entre os presentes em suas três entradas. Também desfilaram o modelo Caco Ricci e Solange Frazão, pelas marcas Invert e Patricia Cristal, respectivamente.

Os quatro blocos de desfile mostraram as principais apostas para o inverno 2012, que em breve estarão em todas as partes do país. Para as cores muito dourado, preto e tons terrosos - desde o bege ao marrom escuro -, além de transparências, shorts curtos, saias longas, coturnos e jaquetas. O Coleções Mega Polo Moda acontece até esta quarta-feira (29).

Amanhã o ator Paulo Rocha desfila pelo Mega Polo Moda, às 15h30, Ellen Roche para a Phero Jeans, às 14h e Carol Bittencourt para Tricomix, ao meio-dia.

Serviço:
Mega Polo Moda
Rua Barão de Ladário, 670 - 566 - Brás - São Paulo, SP
Informações: www.megapolomoda.com.br

Desfiles Coleções outono/inverno do Mega Polo Moda
De 27 a 29 de fevereiro
Horário: 10h30, 12h00, 14h00 e 15h30
Informações: www.megapolomoda.com.br

quarta-feira, 1 de fevereiro de 2012

Revista A Ana Maria Braga

Duetto Editorial e Ana Maria Braga selam parceria e apresentam a Revista A Ana Maria Braga



A Duetto Editorial, editora responsável por importantes publicações como as revistas Cabelos & Cia, Scientific American, Lonely Planet, Mente e Cérebro, História Viva, Conhecer, pré lança , em sociedade com a apresentadora Ana Maria Braga, a Revista A Ana Maria Braga.

Com editorias de moda, comportamento, sexualidade, decoração, gastronomia, beleza, crianças, cultura, pets, direitos da mulher, viagem, nutrição, bem-estar, saúde, tecnologia e entrevistas, a nova publicação mensal abordará todos os assuntos do universo feminino com garantia de linguagem simples, direta, amiga e responsável.

“Pensada para todas as mulheres , a Revista A Ana Maria Braga contará com estrutura mínima de 140 páginas e tiragem de 200 mil exemplares/mês com circulação nacional”, afirma Deise Garcia, diretora de redação do Grupo Estilo - Duetto.

A apresentadora terá participação constante no expediente da revista, aprovando pautas, sugerindo e realizando entrevistas . “Venho do mercado de revistas e tenho muita proximidade com o conteúdo do universo feminino”, diz Ana Maria. “Nosso objetivo é fazer uma publicação que fale com a mulher antenada, independente, inteligente e participante, ou seja, a mulher moderna,” explica.

Na noite de ontem, a apresentadora e Duetto Editorial realizaram evento especial na BallRoom, em São Paulo, onde foi apresentado o novo projeto que promete movimentar o mercado editorial.

Segundo Cidinha Cabral, diretora comercial, “em respeito ao publico leitor e ao anunciante trabalharemos as páginas de publicidade com apenas 35% de estrutura total da revista. Por conta disto os espaços da revistas serão ainda mais valorizados,” explica.

O pré-lançamento da edição número 0 está direcionada 100% ao mercado publicitário. A revista nasce em todas as plataformas e contará com aplicativos e recursos diferenciados como acesso especial para Iphone, Ipad, além de redes sociais para maior integração com o público feminino.

A edição número 1 chegará às bancas em Abril de 2012 em bancas e livrarias de todo Brasil, com o preço de R$7,90.

Curso online de Leitura, Interpretação e Produção de Textos

segunda-feira, 30 de janeiro de 2012

Zizi Possi grava ´Meu Mundo e Nada Mais´, de Guilherme Arantes‏

A cantora Zizi Possi grava nesta tarde em estúdio na capital paulista, a canção ‘Meu Mundo e Nada Mais’, um dos grandes sucessos de Guilherme Arantes. A faixa entrará no disco em homenagem ao compositor, que está sendo produzido pelo DJ Zé Pedro. Vale lembrar que em seu álbum ‘Amor e Música’, de 1987, Zizi gravou ‘Era pra Durar’, parceria de Guilherme Arantes com Paulinho Lima.
Zizi Possi também está em estúdio preparando repertório para seu novo show, que estreia nos dias 25 e 26 de fevereiro (sábado, às 21h; domingo, às 18h), no Teatro Paulo Autran, no SESC Pinheiros em São Paulo. E, em março, a cantora segue para Paris, onde faz uma participação especial no espetáculo Samba, dirigido por José Possi Neto.

Curso online de Organização de Eventos

domingo, 29 de janeiro de 2012

CAROLINE BITTENCOURT SE PREPARA PARA O CARNAVAL 2012

Caroline Bittencourt - Foto: Divulgação

Na tarde de 26/01/12, a modelo e apresentadora Caroline Bittencourt visitou a loja da Magma, em São Paulo. Acompanhada de Gerson Cherman, conceituado designer de fantasias, a beldade escolheu tecidos e adereços para sua fantasia de carnaval.
Caroline será a madrinha da Bateria da Acadêmicos do Tucuruvi, sexta escola a desfilar no Sambódromo do Anhembi no primeiro dia do carnaval. Com o enredo “O esplendor da África no reinado da folia”, a musa esbanjou felicidade ao sambar pela agremiação: “Estou muito feliz por ter sido escolhida madrinha da Bateria da Acadêmicos do Tucuruvi. É uma família que me recebeu de braços abertos. Prometo não faltar samba no pé e dedicação para honrar as cores da Acadêmicos”.
“Apesar de ser segredo, posso adiantar que a fantasia de Caroline terá características rústicas, sem deixar a beleza dos cristais, das plumas e das peles”, antecipa Gerson Cherman. “Gosto de comprar meus tecidos na Magma, pois esse é um dos momentos mais importantes na produção de uma fantasia, no qual escolhemos materiais que aliam beleza ao conforto e, com a naturalidade da Caroline, com certeza teremos mais glamour e elegância no sambódromo”, conclui o designer.

Saiba mais sobre o carnaval na Magma

A Magma trabalha com a linha completa de produtos de carnaval há seis anos. A cada ano são desenvolvidas novas tecnologias e novidades são trazidas de outros países. A Magma oferece também o serviço de desenvolvimento exclusivo de aviamentos e tecidos.
O aumento no fluxo e no volume das vendas da empresa vai de 25% a 30% no período de maior movimento para o carnaval - de setembro até a última semana antes dos desfiles. “Todas as escolas de samba da cidade de São Paulo, sem exceção, compram anualmente materiais Magma. Atendemos também algumas escolas do Rio de Janeiro. Temos mais de 10 mil tipos de produtos, no geral, sendo que, aproximadamente, 5 mil são materiais para o carnaval”, relata Francisco Santana, Gerente Geral da Loja Magma, no Brás, em São Paulo.
Conheça a Magma, um dos maiores fabricantes e distribuidores de materiais para carnaval do Brasil. Com estacionamento próprio, a empresa oferece uma linha completa de produtos: telas metalizadas, matelasse, paetês (tecidos), lurex, feltro, pelúcia, filó, organza, lamê, cetim, chita, acoplados em geral, bem como plumas, marabú, estola e penas de diversos tipos e tamanhos.

Curso online de Cultura e a Educação

HENRI CASTELLI NO HOT FAIR

Dia 26 de janeiro, Henri Castelli deu uma passadinha discreta na Hot Fair e arrebatou os corações da equipe da Sedução Sexy Fashion que lança sua nova Coleção Moda Íntima, Praia e Fitness no evento.
Viviane Bernardino, Francilene Perez, Juliane Almeida e Henri Castelli - Foto: Julianna Santos
Juliane Almeida, ex-morena do É o Tchan, também esteve presente na feira, autografando o catálogo da Sedução Sexy Fashion, já que é ela quem literalmente deu corpo às peças criadas pela estilista Francilene Perez para o verão carioca.

LUIZA BRUNET E FERNANDA PAES LEME EM EXPOSIÇÃO PARA A MERCEDES BENZ


















AS MUSAS LUIZA BRUNET E FERNANDA PAES LEME SERÃO DESTAQUES NA EXPOSIÇÃO FOTOGRÁFICA DA TOP NIGHT MERCEDES-BENZ 2012



















São Paulo, janeiro 2012 - Na noite do dia 2 de fevereiro, a Casa Fasano receberá a sexta edição da Top Night Mercedes-Benz, festa anual promovida pela marca, que reforça, com estilo, a temporada de eventos badalados e de luxo da capital paulista.
Como acontece desde a primeira edição, o evento terá uma exposição de fotos assinada por Luiz Tripolli. Desta vez, o renomado fotógrafo se inspirou na temática da água – remetendo a práticas e tecnologias sustentáveis usadas pela Mercedes-Benz – para clicar dez personalidades ao lado de supermáquinas da marca. “Para usar a água como elemento e valorizar o carro e a foto como um todo, ‘fizemos chover’ dentro do estúdio. Assim, pude trabalhar melhor com brilho, transparências, reflexos e outros efeitos”, explica Tripolli. “Para o casting, seguimos o conceito da edição anterior: personalidades de diversas áreas da cultura, do entretenimento e do esporte”, completa.
Fazem parte do seleto grupo que protagonizou as imagens de Tripolli as atrizes Luiza Brunet e Fernanda Paes Leme, o estilista Ricardo Almeida, o modelo e atleta Paulo Zulu, as modelos Ana Luiza Castro e Maria Helena Vianna, o judoca Flavio Canto, as apresentadoras Didi Wagner e Dani Albuquerque e a dupla de vôlei de praia Maria Clara e Carolina. Depois da exposição exclusiva para os convidados da montadora, as imagens serão usadas durante o ano em inúmeros eventos, compondo a ambientação e posicionando a marca com um espírito jovem, artístico e contemporâneo.

A ocasião contará com a première do Classe A Concept, o primeiro carro conceito da nova geração de automóveis da montadora. O modelo alia design arrojado e novas tecnologias ao requinte e sofisticação presentes no DNA da Mercedes-Benz, sendo uma das grandes apostas da marca para conquistar o público jovem. “O Classe A Concept tem design dinâmico e moderno, conforto e segurança. Trata-se de um automóvel para um público aberto às novas tendências, inovações e soluções tecnológicas”, afirma Dimitris Psillakis, Diretor de Vendas e Marketing Automóveis Brasil. Além de apresentar o Classe A Concept, a Top Night 2012 vai expor outro lançamento recente da marca, o SLS Roadster, conversível que esbanja luxo e sofisticação em todos os detalhes.

Curso online de Organização de Eventos